Alta Gestão e Colaboradores no processo de aculturamento de Compliance e LGPD

Por  Dr. Wellington Faria

O sucesso de um programa de implementação de Compliance e LGPD em uma empresa, antes de tudo, precisa ter o apoio e engajamento da alta gestão, pois como bem sabemos, um assunto ele só irá ter a merecida atenção dos colaboradores se for lhe atribuído importância, sendo conferida tal importância para aquilo que é visto como necessário.

Quando a alta gestão de uma empresa busca conhecer mais sobre ambos os temas da mesma forma que conhece as áreas da sua organização, a tendência de ser desenvolvido um programa efetivo é gigantesca. Cabe mencionar também que pelo fato da alta gestão possuir grande influência na inclinação e posicionamento de todos, tanto em sua forma positiva como negativa, é preciso que todas as decisões sejam tomadas respaldadas na transparência e valores como ética e integridade. 

Implementar o programa de LGPD e de Compliance não pode ser visto como um projeto passageiro, mas como um programa que deve ter aperfeiçoado, adequado e monitorado de forma constante, portanto, caso a equipe do setor não possuir respaldo da alta gestão, esses programas tendem a não gerar bons frutos na prática, podendo deixar as equipes desmotivadas.

O nível de confiança da organização no mercado está diretamente ligado ao engajamento de todos da empresa, porém o alicerce que possibilitará que tudo ocorra, e que os colaboradores se vejam como peças chaves contribuintes para seguimento dos programas de Compliance e LGPD, sem dúvidas se inicia do topo. 

Como podemos perceber, a alta gestão possui um papel necessário, no entanto, é preciso também que os colaboradores se interessem e queiram buscar entender sobre a importância de um programa de integridade, da proteção dos seus dados, e os riscos que ocorre em ambos cenários, para apenas assim entender sobre sua devida importância.

Outro fator que temos que observar quando tratamos sobre mudanças, é que as mesmas vão gerar grandes impactos na cultura organizacional, e para auxílio nesse processo de engajamento e conscientização é preciso seguir procedimentos, como por exemplo:

– Possuir alinhamento entre as áreas e a alta gestão sobre as mudanças;

– Realizar o fornecimento de recursos para os profissionais das áreas de Compliance e LGPD para que identifiquem elementos que facilitem e limitam esse processo de mudanças;

-Definir abordagens de comunicação interna e acompanhar o comportamento dos colaboradores diante dessas mudanças; 

– Investir na conscientização dos colaboradores e de terceiros ligados a empresa, realizando treinamentos;

Concluímos que a alta gestão é crucial e determinante no desempenho dos programas de Compliance e LGPD, tendo os gestores que ter um alinhamento com as áreas internas, suas políticas e práticas, bem como realizar o gerenciamento das pessoas baseando-se na empatia e na conformidade. Da mesma forma, os colaboradores devem mostrar-se interessados pelo tema, devido ao fato de que se eles não estiverem consciência da importância das áreas e dos temas, isso pode trazer riscos para a empresa.

Quer ler mais matérias sobre:

Voltar ao topo

Agende uma demonstração Grátis

Informe seus dados e aguarde um retorno de nosso especialista.

Agende uma demonstração Grátis

Informe seus dados e aguarde um retorno de nosso especialista.