Viés de autoatendimento: porque pode ser este o verdadeiro vilão do Compliance

Todos nós estamos sujeitos a vieses cognitivos, que são chamados também de preconceitos cognitivos. Trata-se de momentos em que temos uma interpretação errônea das informações por conta de uma distorção em nosso julgamento da realidade.

O viés ou preconceito de autoatendimento acontece quando atribuímos a nós mesmos mais responsabilidade por feitos positivos e atribuímos menos responsabilidade por nossas falhas. Por exemplo, você pode atribuir como sua responsabilidade o sucesso de um projeto dentro da empresa, quando na realidade uma grande equipe foi responsável junto com você para o sucesso do projeto. Ou, você pode ainda atribuir apenas para uma pessoa ou a um grupo o insucesso de um projeto empresarial, sendo que na realidade você participou do projeto e teve sua parcela de culpa pela falha do projeto.

O grande problema com o viés do autoatendimento é que esse fenômeno nos deixa cegos para as nossas próprias transgressões éticas. Pode ocorrer que uma pessoa atue de forma antiética e não reconheça as consequências negativas por acreditar que a sua atitude não foi antiética, distorcendo, assim, a realidade. Esse viés está associado também à racionalização, que acontece quando tentamos justificar uma atitude antiética por meio da razão. 

No âmbito do Compliance esse é um ponto de grande atenção, pois é preciso que a equipe de Compliance esteja sempre vigilante as suas próprias ações para que não caiam nesse viés. Afinal, a equipe de Compliance deve estabelecer a cultura ética da empresa e ser exemplo de uma atuação ética. 

Ainda, para os colaboradores que atuam de forma antiética, a enorme maioria pode se enquadrar neste viés, de forma que não enxergam a sua atitude como uma atitude antiética. Assim, é essencial o combate a tais atitudes e a instrução do colaborador para compreenda a sua atitude antiética. Assim, o Programa de Integridade pode auxiliar prestando esclarecimentos e informações para o colaborador para auxiliá-lo a compreender a sua atitude antiética, tal fato pode prevenir a ocorrência de atitudes de não conformidade no futuro, pois assim o colaborador estará mais atento as suas próprias atitudes. 

Por fim, ainda que realizemos treinamentos de conformidade e estabelecemos procedimentos internos, todos estão sujeitos ao viés do autoatendimento que pode levar a atitudes de não conformidade. Assim, para combater esse fenômeno é preciso estar atento e diligente às suas atitudes diárias, bem como é essencial repreender e promover o conhecimento para colaboradores que atuam com tal viés.

Fontes: 

https://hbr.org/2015/05/compliance-alone-wont-make-your-company-safe

Maestrovirtuale

Quer ler mais matérias sobre:

Voltar ao topo

Agende uma demonstração Grátis

Informe seus dados e aguarde um retorno de nosso especialista.

Agende uma demonstração Grátis

Informe seus dados e aguarde um retorno de nosso especialista.